Rádio Club – Paraí RS

Rádio Club FM da cidade de Paraí, Rio Grande do Sul

Cientistas criam papel com restos de alimentos pra poupar árvores

Duas jovens cientistas de Milão, na Itália, descobriram uma forma de produzir papel usando restos de alimentos e assim, poupar o corte de árvores.

A doutoranda Greta Colombo Dugoni, de 28 anos, e a pesquisadora Monica Ferro, de 37, estudaram nos laboratórios do Instituto Politécnico de Milão e criaram o projeto Bi-Rex, um nome que vem da união de “biomassa” e “reciclagem”.

Em vez da celulose, matéria-prima da qual é feito o papel, a ideia é evitar o desperdício de alimentos e usar resíduos do processamento de cerveja, cascas de arroz e cascas de camarão.

As árvores agradecem

A descoberta vai fazer com que as árvores sejam poupadas, além da economia do custo de incineração de resíduos.

Os resíduos se transformam em biomassa. Dela se extrai a celulose que, além dos resíduos alimentares, também pode ser extraída de outros tipos de materiais, como sacos compostáveis.

Os resíduos alimentares são processados ​​de forma sustentável com a adição de solventes atóxicos e não poluentes a baixas temperaturas, nunca ultrapassando os 100 graus, até que sejam extraídas as partículas de celulose que os compõem.

O projeto Bi-Rex recebeu financiamento de 30 mil euros, quase 200 mil reais, após vencer um concurso organizado pela incubadora da universidade milanesa.

Também foi selecionado pela European Chemical Regions Network e incluído entre os melhores projetos de criação de fontes alternativas de matéria-prima.

Agora, a meta das cientistas é criar uma start-up para inovar – respeitando o meio-ambiente e a sustentabilidade – e produzir em escala industrial.

Com informações do Pozitizie

Deixe uma resposta