Rádio Club – Paraí RS

Rádio Club FM da cidade de Paraí, Rio Grande do Sul

Barbearia “solidária” oferece corte gratuito a quem procura emprego em Passo Fundo

Uma iniciativa em meio à pandemia do coronavírus tem chamado atenção no centro de Passo Fundo. Uma barbearia localizada na Avenida Sete de Setembro, no Centro, lançou a campanha “barbearia solidária”, que tem como objetivo realizar cortes de cabelo gratuitos para pessoas de baixa renda e que estejam procurando por emprego.

A iniciativa surgiu em decorrência do período de instabilidade econômica na cidade, com demissões em massa em alguns setores. Com inspiração vinda dos Estados Unidos, a barbearia destina oito horários por semana para atender este perfil de público, quatro na terça-feira e quatro na quarta-feira.

De acordo com o sócio-proprietário da barbearia, “Cafu”, a ideia surgiu para contribuir com o próximo neste período difícil. “Eu estudo cortes de cabeleireiros dos Estados Unidos. Um deles, muito famoso, tira um dia da semana para cortar cabelo da galera de rua. Vendo isso, acabou me tocando. Pensei que podia fazer algo aqui”, lembra.

A partir disso, Cafu partiu para a prática: com colaboração gratuita para o marketing, as redes sociais da barbearia apresentaram a iniciativa. Mesmo de forma tímida, a campanha começa a ganhar força. “Na publicação que colocamos, vai nome, formação, foto, tudo para que possa ser compartilhado e possam surgir oportunidades, para que a pessoa consiga entrar no mercado de trabalho de novo”, destaca o proprietário.

“O IMPORTANTE É AJUDAR”

A novidade ganha força em outros locais, segundo o profissional que atua no ramo da barbearia há sete anos. “Vendo toda essa situação de pandemia, vendo o pessoal perder emprego, quem pode tem que ajudar. É uma iniciativa que pode e deve ser espalhada. A intenção é atingir a todos. O importante é ajudar”, diz Cafu, que relatou que a ação também acontece em Nova Prata, distante a 114 quilômetros da cidade.

AS PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS

Cafu relata que, apesar de tímidas, as primeiras pessoas começaram a aparecer para cortar o cabelo. No primeiro caso, com a ajuda da família, um homem cortou o cabelo e teve sua publicação nas redes sociais garantida. “Foi muito legal, gratificante”, disse.

O desejo do barbeiro é que ele possa se recolocar no mercado de trabalho. “É bom estar bem apresentado para entrevista, com um corte bacana. A gente põe todas as informações da pessoa para que possa dar certo”, conta. Outro caso foi de um advogado que cortou o cabelo na barbearia e deixou seu contato à disposição caso alguém procure por emprego.

Ainda que recente, a ideia também pode ser aprimorada: foi sugerido para que a barbearia coloque um mural para deixar no espaço físico com o objetivo de atrair os olhos de empresários que cortem o cabelo no local e necessitem de novos funcionários com o perfil desejado.

Confira uma das publicações:

*Fonte: Diário da Manhã de Passo Fundo

Deixe uma resposta