Rádio Club – Paraí RS

Rádio Club FM da cidade de Paraí, Rio Grande do Sul

Com ajuda de plástico, mãe e filha se abraçam após 120 dias em Passo Fundo

Residencial Geriátrico Vittal instalou um “Túnel do Abraço” para diminuir a distância no período da pandemia

Sem poder abraçar a mãe desde 17 de março, data que tudo parou em nosso país em razão da pandemia do novo coronavírus, Nelita Maria Zanatta pode finalmente envolvê-la em seus braços na última semana.

A oportunidade foi desenvolvida através do Túnel do Abraço, instalado no Residencial Geriátrico Vittal, com o objetivo de possibilitar abraços entre os moradores e familiares.

Foto: Diogo Zanatta

Nelita costumava caminhar e passar todas as tarde com a mãe, Nilce Maria Galeazzi Zanatta, até que a pandemia impediu as visitas e abraços.

“Nos comunicávamos quando eu ia na rua e ela ficava na varanda ou por videochamadas. Foi então que a administração do Residencial nos informou sobre a instalação do Túnel e eu meu filho fomos correndo aproveitar o momento”, conta.

Foi assim que após mais de 120 dias Nelita e Nilce puderam finalmente se abraçar.

“Foi uma sensação inexplicável, emocionante e inesquecível. Ela me falava chorando que nunca tinha visto se abraçar pelo plástico”, relatou Nelita.

 TÚNEL DO ABRAÇO

Conforme o enfermeiro e proprietário do Residencial Geriátrico Vittal, Everton Figueiredo Jardim, o túnel é uma cortina de plástico que separa os familiares dos moradores e possibilita o contato.

Cada visita deve ser agendada com a administração para evitar aglomerações. Após o túnel ser utilizado a equipe realiza a desinfecção.

A novidade foi instalada para o dia dos avós e permanecerá por tempo indeterminado no local.

*Fonte: Diário da Manhã

Deixe uma resposta